Maninupando Deadlocks

Deadlocks são situações transitórias basicamente causados por mau timing. Se queries que estão rodando em duas sessões forem concluídas ao mesmo tempo, o deadlock pode ser evitado.

Da mesma forma, se um processo tem iniciado uma pequena quantidade de tempo depois, o deadlock nunca irá acontecer. Um Deadlock é um estado transitório de bloqueio, as aplicações deveriam ser projetadas para detectar esses estados que retornam um erro 1205 e imediatamente bloqueia a transação já que há uma grande probabilidades de o deadlock ocorrer novamente.

No SQL Server 2008 podemos monitorar os deadlocks com o SQL Server Profiler, utilizando a opção de evento Locks e o Deadlock graph.

Autor: SQLCrespi

Rodrigo Crespi é MVP Data Platform, MCT, MCSE, MCSA, MCIT, MCDBA e MCP em SQL Server, possuí outras certificações em .NET Framework, Dynamics CRM e etc. Iniciou trabalhando com SQL Server na versão 6.5 na época como desenvolvedor, logo direcionou a sua carreira para a área de administração de bancos de dados. Atualmente é Sócio da CrespiDB – Soluções em Plataformas de Dados, além de professor universitário na Uniftec – Caxias do Sul Autor de diversos artigos publicados em sites e revistas sobre SQL Server e engenharia de software, mantem o canal SQLCrespi no Youtube, o blog SQLCrespi, além de ser dedicado ao SQL Server RS PASS Chapter Leader do grupo de profissionais em SQL Server do Rio Grande do Sul.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s